19 de jun de 2010

No Sesc Madureira, eu pergunto:

- E então? Quem aqui já lidou com um computador?
Todos levantam a mão. Lá vou eu na apresentação dos monstros, enquanto expressão de uma cultura. Explico o que é essa tal de literatura oral. Conversamos sobre eles. Surge o bicho-papão e o zumbi no papo. Puxo fios, interlaço daqui e dali, faço conexões dos monstros verdes-amarelos com os de outras terras além dos mares. Histórias presentes na memória de todos os povos em todos os tempos.
Em seguida parto para uma breve introdução no processo de alfabetização digital: mouse, para que  serve; link, o que é e como aparece na tela; mapa de navegação; teclado, localização e demonstração das teclas. Noções básicas para se navegar, para brincar. Divertem-se. Cada conquista, uma expressão de vitória; a resposta certa é festejada, porque foi lá e pesquisou; um objeto que conseguiu pegar; o novo cenário que conseguiu chegar. Desafios. Uma alegria só. Comemoração. Na saída a agente escolar se aproxima de mim e fala "ele quer lhe contar uma coisa".
- Ah é? Então me fala - digo pro menino.
- Eu nunca tinha mexido num computador!
Obrigada, amigos do Sesc, por nos receberem carinhosamente, a mim, crianças e professores, e viabilizarem essas ações. Juntos, deixamos o mundo melhor!

2 comentários:

  1. Oiii...Cleo...lindissimo trabalho...Obrigada pelo convite em adentrar tão magnífico recinto...Parabéns por fazer a diferença...

    Bjs 1000!!!
    Rosemira Guerreiro

    ResponderExcluir
  2. Olá Rose, grata pela sua visita e palavras carinhosas, beijos.

    ResponderExcluir

Arquivo do blog