25 de set de 2014

Feira do Livro Sesc PR


três instantes com o leitor






Feira do Livro Água Boa





Logo estarei com vocês fazendo da palavra escrita um sopro. 

Depois das águas mornas de Natal, Água Boa.

Feira do Livro Porto Alegre

 


http://www.feiradolivro-poa.com.br/noticias/feira-do-livro-tera-bonus-livros-para-alunos-de-escolas-publicas
                    Feira do Livro terá bônus-livros para alunos de escolas públicas

Alô crianças da EMEF Mário Quintana. Alô Denise Goulart Quiroga. Dia 4/11, pela manhã, encontro vocês. Programa de Leitura Adote um Escritor. 


18 de set de 2014

As faces do amor (2)

anjos de W.A. Bouguereau
   As faces do amor reafirma que estabelecer vínculos amorosos de qualidade; cuidar dos relacionamentos, observando a identidade nas relações; perceber o estado de consciência de que somos inseparáveis, alimenta o fluxo do amor que nos dá vida e é fonte de felicidade. 

13 de set de 2014

As faces do amor (1)

anjos de W.A.Bouguereau
Na Grécia Antiga, os rapsodos cantavam histórias sobre a gestação do mundo. No início só existia o Caos, treva insondável, abismo profundo. Nele vivia Nix, a Noite, sua filha silenciosa, escura e vazia. Ali também vivia Érebo, irmão da Noite e morada de Thanatos, a Morte. Misteriosamente, das trevas e da morte nasceu Eros, o Amor. O Amor criou a luz, o dia e a vida.
Que imagem linda para deitar os olhos. Quando tudo vira trevas dentro de nós, lembramos que nela também se encontra o amor, deixamos que ele se manifeste, em forma de vida, e tudo vira luz.
Ah! Amor. O amor tem muitas caras. Para Rumi, o amor é sagrado, e na experiência amorosa sentimos o coração pulsante de Deus.

10 de set de 2014

Intervalos (1) mulher pássaro


Intervalos

Sou grata ao leitor. Sempre. Ele dá a vida ao que escrevo. 
Do mesmo modo que a semente precisa do solo para germinar, meu texto também precisa. O solo é a alma dos que me leem.
Com o boletim de agosto dou início à publicação de pequenos fragmentos literários
 que surgem nas lacunas do cotidiano. 
Esta construção vai durar até dezembro, quando fecho o primeiro Intervalo.


(1) mulher pássaro

Ela banhou-se em mel e salpicou sementes pelo corpo. 
Vieram os pássaros e pousaram nos seus ombros, braços, cabelos, ancas. 
E eram tantos. Bateram asas e ela voou.

ilustração Heliana Grudzien



Intervalos (2) mulher árvore

(2) mulher árvore

Ela enterrou seus pés na terra. Criou raízes. 
Veio o sol, veio a chuva.
Brotaram galhos e folhas nas suas mãos.
Logo, ela era toda galhos e folhas. 
Vieram os pássaros, fizeram ninho.
Veio a primavera, surgiram as flores.
No verão, os frutos amadureceram.
Ela alimentou os pássaros
pousados nos seus ombros e galhos.


ilustração Heliana Grudzien



Arquivo do blog