10 de abr de 2014

Histórias da Cléo

foto Cadi Busatto
Começo as intervenções do Histórias da Cléo. Na minha memória a imagem de cada rosto, cada gesto, cada cara de surpresa, medo, descoberta e encanto. 
Que invenção gostosa é Histórias da Cléo
Em cada apresentação eu encontro, com as crianças, uma nova intenção para o texto que escrevi. Suas expressões e impressões despertam simbologias que eu não me dava conta, 
ao ler o texto, silenciosamente, para mim.
Quando eu leio para elas e vejo suas reações, percebo sentidos e ritmos que já estavam lá, silenciosos, aguardando para serem desvelados. Isso está sendo muito bom. 
Estou adorando, crianças, adorando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog