10 de set de 2014

Intervalos (1) mulher pássaro


Intervalos

Sou grata ao leitor. Sempre. Ele dá a vida ao que escrevo. 
Do mesmo modo que a semente precisa do solo para germinar, meu texto também precisa. O solo é a alma dos que me leem.
Com o boletim de agosto dou início à publicação de pequenos fragmentos literários
 que surgem nas lacunas do cotidiano. 
Esta construção vai durar até dezembro, quando fecho o primeiro Intervalo.


(1) mulher pássaro

Ela banhou-se em mel e salpicou sementes pelo corpo. 
Vieram os pássaros e pousaram nos seus ombros, braços, cabelos, ancas. 
E eram tantos. Bateram asas e ela voou.

ilustração Heliana Grudzien



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog