31 de jan. de 2024


 

Oi, pessoal, e o que me dizem da opinião do Davi? Precisavam ver a expressão e o gestual dele ao falar a frase abaixo.
Daqui a pouco mudo o tom da prosa e apresento as outras ações do projeto. Por hora fiquem com o Davi e sua expressão de sensibilidade.🥰🌟
Nossos patrocinadores: MinC, Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, Copel e BRDE 🙏

29 de jan. de 2024


 

Bom diiia, pessoal querido. Nas próximas postagens apresento a opinião de alguns participantes do projeto Histórias da Cléo PR3. Quando a arte toca as pessoas, ela transforma.🥰🌟
Um dos artistas que participa deste projeto é Paulinho Maia. Ele é o responsável por criar estes posts lindos.
Agradecimento aos nossos patrocinadores: MinC, Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, Copel e BRDE.

26 de jan. de 2024


 Boa tarde pessoal, veja por onde o Histórias da Cleo PR3 passou. E já fica uma dica de quem são os personagens do meu novo livro. Agradecimentos aos nossos patrocinadores: MinC, Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, Copel e BRDE.

@lucianacasagrandepereira @fortunato_fabiola @brdeoficial @minc

24 de jan. de 2024


 Oi pessoal, o post de hoje fala de um assunto importante, o papel do Estado no fomento da Cultura. Quando ele disponibiliza recursos para projetos culturais, as pessoas recebem a oportunidade de acessar em si, criatividade e sensibilidade. A partir daí, é com elas. Nossos patrocinadores: MinC, Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, Copel e BRDE. Obrigada por fazer o projeto acontecer.


22 de jan. de 2024


 Bom dia pessoal querida, hoje a dica sobre o projeto é simples e direta. Carinho. Nossos patrocinadores, obrigada: MinC, Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, Copel e BRDE.



19 de jan. de 2024


 

itar
Adicionar fotos/vídeos

17 de jan. de 2024

Oiii bom dia de muuuito calor...minha nossa, o que vai ser do mundo? Sobre a temperatura fomos alertados, certo?
Mas sobre o meu projeto, alguém lhe falou que estas ilustrações inspiradas são da também inspiradíssima iraniana Fereshteh Najafi? Espere pra ver.
Nossos patrocinadores: MinC, Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, Copel e BRDE. Obrigada por fazer o projeto acontecer

15 de jan. de 2024


 

Olá, você conhece meu novo projeto? Mediação de leitura para crianças e adultos. Histórias da Cléo PR3 é a sua 4ª edição, que tem como patrocinadores, o MinC, Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, Copel e BRDE.

12 de jan. de 2024

Histórias da Cléo PR3


 

Pessoal querido, acompanhe meu novo.
Agradecimentos aos nossos patrocinadores, sem eles o projeto não acontece: MinC, Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, Copel e BRDE.

8 de jan. de 2024

Histórias da Cléo PR3


Queridos amigos e amigas leitoras. É uma alegria realizar um projeto literário que chega nas pequenas cidades do Paraná, para onde pouca gente vai. A surpresa e alegria dos leitores, ao conhecer de perto um escritor é um presente para mim. Além da mediação lúdica de leitura com os alunos da cidade, ministro uma formação breve para professores, uma ideia, uma sugestão simples para que eles efetivamente trabalhe mediação com seus alunos e formem futuros leitores. Sabemos que este trabalho pode ou não ecoar junto às pessoas, porém acredito na importância de realizá-lo. Se a semente cair em terra fértil, ela germina. Se for regada continuamente, ira crescer e frutificar. Não existe mágica na formação de leitores. Pede um trabalho pequeno, quase invisível, mas contínuo. Eu sou um exemplo da aplicação desta prática. Me tornei leitora porque havia uma mediadora em casa, a minha mãe-professora. É assim mesmo. 

Agradecimentos aos nossos patrocinadores, sem eles o projeto não acontece: MinC, Secretaria de Cultura do Estado do Paraná, Copel e BRDE.

7 de jan. de 2024

A fofa tocando as pessoas

Adri Martins encaminhou uma mensagem

“Sabe, existem alguns livros que conseguem "acabar" com a gente. Mas de uma maneira boa, curadora. Foi assim que eu me senti lendo "A Fofa do Terceiro Andar" de Cléo Busatto. Como se o livro fosse feito para mim. É essa a sensação. É quase poética a forma com que os sentimentos da Ana, sincronizam com os meus. A história toda muito parecida com a minha. Durante toda a minha vida, sofri muito bullying. Sei bem como é a sensação de receber apelidos maldosos, comparações e ser excluído. No meu caso, cheguei até a apanhar na escola, apenas por ser diferente. E sei o que isso faz com a gente. Sei que tipo de pensamentos causa e a forma com que traumatiza tão profundamente que fica enraizado na nossa personalidade e em quem somos. Assim como a Ana, fui muito afetada por isso. Também tive pensamentos que me fizeram nunca mais conseguir olhar para uma faca, uma janela alta ou um pote de remédios de forma saudável. As marcas no meu braço são a prova na minha carne do que tudo isso causa.
E ter que mudar a si mesmo apenas para ser aceito socialmente é outra sensação que conheço muito bem. E sei que dói ainda mais. Abandonar quem somos sem sequer ter apoio de alguém, apenas para não sofrer mais. Esse livro é incrível porque é como se fosse uma terapia escrita. Conforme a Ana avança ela escreve palavras que servem tanto pra ela quanto para quem está lendo. Isso é como se eu estivesse lutando contra o bullying junto com ela, e sendo curada junto com ela. Foi um baque muito grande, confesso. Me atinge com força ver alguém que se sente quase exatamente como eu se curar. E acompanhar isso faz eu me curar também.”
Depoimento da minha aluna Rayssa, do 9º ano… A fofa continua dando frutos…

 

 Dona Antônia, personagem do novo livro de Cléo Busatto, nos traz o tom da alegria em sua vida simples com sua gata e companheira de todas a...

Arquivo do blog